Untitled Document

 

 

>> Ministério do Trabalho lança o “Sine Fácil”, aplicativo que facilita busca por emprego

SINE FÁCIL

O Ministério do Trabalho lançou no dia 23 de maio um aplicativo móvel o Sine Fácil desenvolvido pela Dataprev, que permite ao trabalhador encontrar vagas de emprego adequadas ao seu perfil profissional. A ferramenta leva ao cidadão os serviços do Sistema Nacional de Emprego (Sine) a partir de dispositivos.

SERVIÇOS

Conforme apresentado abaixo, no aplicativo é possível também consultar o requerimento do Seguro-Desemprego, receber mensagens sobre a data de liberação das parcelas e o valor, informações sobre notificação que suspendam o requerimento, recursos e dados do vínculo empregatício.

– Consulta Seguro-Desemprego: nessa aba é possível obter informações sobre parcelas, notificações, recursos e vínculos.
– Consulta de Vagas: aqui é possível consultar vagas de emprego disponíveis pelo perfil profissional.
– Agenda de Entrevistas: após o trabalhador se candidatar a uma vaga disponível, o aplicativo gera o encaminhamento para entrevista, com data e horário marcados.
– Consulta do Abono Salarial: informações sobre o Abono Salarial e o PIS, como calendário de pagamentos e se o trabalhador tem direito ao benefício.
– Consulta de Contratos: nessa opção aparecem todos os contratos de trabalho cadastrados do trabalhador. Informações como vínculos empregatícios, tempo de trabalho e data de admissão e demissão vão estar disponíveis. Os vínculos empregatícios apresentados em “Contratos de Trabalho” são extraídos do Cadastro Nacional de Informações Sociais (CNIS).

COMO INSTALAR O APLICATIVO

Para baixar o Sine Fácil gratuitamente, basta acessar a loja de aplicativos do seu celular. No momento, o aplicativo só está disponível para aparelhos Android e em breve também para IOS. Acesse a Play Store e pesquise pelo aplicativo “Sine Fácil”.
Para poder utilizar o aplicativo, o trabalhador deverá ter um código de acesso QR Code que pode ser obtido no portal Emprega Brasil (empregabrasil.mte.gov.br), nas unidades de atendimento do Sine; no documento que ele recebe no ato da rescisão de contrato; ou na solicitação do seguro desemprego.

Após obter o QR Code, o trabalhador deverá digitalizar o código utilizando a câmera fotográfica do aparelho celular e pronto, agora é só seguir as instruções para acesso aos serviços disponíveis.

COMO ACESSAR

Além de não precisar se deslocar ao realizar o cadastro no portal, o cidadão terá acesso às informações sobre vagas de emprego, Seguro-Desemprego e o Abono Salarial.  No aplicativo é possível incluir informações como: exigências, benefícios, valor do salário, localidade e tipo de contratação. Se o trabalhador se interessar pela vaga, com um clique em “Quero Esta Vaga” ele será direcionado para agendar a entrevista.
Na opção “Agendar Entrevista”, o trabalhador terá informações sobre local, data e horário escolhido. Esse serviço facilita a busca pela vaga disponibilizada pelo empregador e na opção “Entrevistas Agendadas” estão disponíveis informações sobre as datas agendadas pelo aplicativo.

Fonte: www.empregabrasil.mte.gov.br

____________________________________________________________________

QR Code: Código de barras em 2D que pode ser escaneado pela maioria dos aparelhos celulares equipados com câmera fotográfica. Esse código, após a decodificação, passa a ser um trecho de texto, um link e/ou um link que irá redirecionar o acesso ao conteúdo publicado em algum site.
1 – Requerentes do Seguro-Desemprego: A primeira forma é voltada para os requerentes do Seguro-Desemprego. Todos os requerimentos emitidos e impressos pelo Empregador Web já possuem o QR Code para habilitação no aplicativo. O requerimento é emitido pelo empregador e entregue ao trabalhador no momento da dispensa. O QR Code também pode ser gerado após o processo de habilitação do benefício, realizado no Posto de Atendimento do Ministério do Trabalho.
2 – Pelo Portal Emprega Brasil: O segundo caminho é oferecido pelo Portal Emprega Brasil. O trabalhador realiza seu cadastro no Portal e pode acessar o serviço de geração de QR Code. Caso o trabalhador já tenha seu cadastro do Sine atualizado, o QR Code gerado permitirá acessar as funcionalidades da Intermediação de Mão de Obra, consulta de contratos e Abono Salarial.  Caso o cadastro no Sine não esteja completo, o trabalhador só poderá acessar as duas últimas funcionalidades.
3 – Trabalhadores que não têm acesso ao Portal Emprega Brasil e não são requerentes do Seguro-Desemprego: O terceiro modo é utilizado quando o trabalhador não tem um requerimento do Seguro-Desemprego, mas quer acessar os demais serviços do aplicativo. Para isso, ele deve se dirigir a um posto do Sine, atualizar seu cadastro e solicitar ao atendente a geração de um QR Code, que permitirá acesso a todas as funcionalidades, com exceção da funcionalidade do Seguro-Desemprego.